RETIRE SEU CERTIFICADO/DECLARAÇÃO/RECIBO ONLINE

Notícias

Participantes conhecem projetos que buscam melhorias da gestão em painel da Marcha

quinta, 24 de maio de 2018

DSC 0165Parcerias e alternativas exitosas para ajudar os gestores na administração municipal fizeram parte de um painel realizado nesta quinta-feira, 24 de maio, durante a XXI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. A arena temática foi conduzida por uma das fundadoras da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Dalva Christofoletti.

A municipalista reforçou que os prefeitos precisam encontrar soluções que sejam eficientes diante das dificuldades da gestão. Algumas dificuldades estão em áreas como iluminação pública, saneamento, resíduos sólidos e mobilidade urbana. O representante da Caixa Econômica Federal Antônio Silveira destacou que a empresa pública oferece suporte em relação a esses temas.

“A nossa ideia é demonstrar aos gestores municipais que eles têm uma grande possibilidade de melhorar a prestação de serviço aos seus munícipes de forma sustentável, sem comprometer as finanças públicas municipais”, explicou. Silveira disse também como funcionam as iniciativas. “Temos um programa onde podemos assessorar os Municípios na identificação de oportunidades. Uma vez identificadas a estruturação dos projetos, os investimentos serão viabilizados com foco na melhoria da qualidade da prestação de serviços e no equilíbrio das finanças públicas”, salientou.

Segunda palestrante do painel, a diretora do Instituto Positivo, Eliziane Horniack, focou a sua participação para a melhoria da Educação pública. Nesse contexto, abordou a implantação dos Arranjos de Desenvolvimento da Educação (ADEs), metodologias homologadas pelo Ministério da Educação que têm por objetivo incentivar que os Municípios atuem conjuntamente em ações para melhorar a qualidade do ensino. Com isso, os Entes fariam diagnósticos e planejamentos para sanarem dificuldades comuns entre eles. “Os Municípios organizados em arranjos estão focados em desenvolver ações pedagógicas e o Instituto Positivo aloca conhecimentos técnicos,”, informou a diretora.DSC 0195

Atuação em Santa Catarina

Atualmente, 22 Municípios catarinenses fizeram a adesão aos ADEs. A cidade de Garopaba é uma delas. O vice-prefeito, Nilton Raupp, relatou que a implementação reduziu em 80% a evasão escolar. “Houve grandes avanços no Município depois da implementação do arranjo na grande Florianópolis. Trouxe novas tecnologias, novas didáticas a gente avançou”, contou.

O prefeito ainda relatou como funciona a dinâmica especificamente no seu Município. “Cada aluno que tem a sua deficiência no aprendizado tem atendimento individual. Ele é levado para uma sala e o professor acompanha. Uma dedicação quase exclusiva. Então não só aconselho como imploro para que cada prefeito conheça o ADE e implemente na sua região.

Voltar